Voltar    
  FLOR DE PAPEL UMA BIBLIOTECA NA CRECHE UFF

Maria Conceição da Silva - UFF- Universidade Federal Fluminense/ NDC/creche UFF

O presente trabalho tenciona apresentar a participação da biblioteca Flor de Papel como coadjuvante no fomento do sujeito leitor na Creche UFF. A biblioteca Flor de Papel surgiu em 1999 da parceria do Núcleo de Documentação da Universidade Federal Fluminense e o projeto de extensão CRECHE UFF. A creche recebeu parte do acervo da Biblioteca Central do Gragoatá, referente à literatura Infanto - Juvenil, Coleção Flor de Papel, que também deu nome à biblioteca . A biblioteca dispõe de livros infantis, fitas de vídeo, cd`s e dispondo ainda também de material didático para os professores e bolsista. As professoras encontram apoio no acervo para os temas elencados no planejamento pedagógico e, além disso, para outras pesquisas e interesses. Quando o acervo não atende de maneira satisfatória a necessidade colocada pelo planejamento, buscamos encontrá-los em outros lugares da Universidade, como por exemplo o PROALE, Programa de Alfabetização e Leitura. Outro foco de atenção da equipe da Biblioteca Flor de Papel é o de fomentar a formação do sujeito leitor , Procuramos levar a ele todo o leque de estilos literários, através de momentos de livre leitura, onde escolhemos um texto para ler com as crianças ou ainda lemos um texto escolhido por elas. Buscamos parceria com as professoras com o objetivo de tornar a biblioteca um lugar prazeroso e repleto de possibilidades de novas descobertas, nunca sendo o espaço aonde a criança vá apenas por não ter o que fazer ou ainda por não ter se comportado bem com é a realidade de muitos espaços educacionais. A biblioteca conta ainda com três bolsistas que, divididos nos turnos da manha e tarde, trabalham com os três grupos que temos por turno. A divisão da faixa etária destes grupos se procede da seguinte maneira, G1 crianças de 1 ano e seis meses até 2 anos e 9 meses, G2 de 2 anos e nove meses até 4 anos e o G3 de 4 anos até 6 anos. A cada ano é escolhido o tema que será trabalhado e que norteará a apresentação da Feira de Projetos. A feira de Projetos consiste na culminância do grupo de projetos que são trabalhados durante todo ano letivo. O tema escolhido este ano é Hans Christian Andersen, em homenagem aos duzentos anos de seu nascimento, por conta disto as histórias de Hans são contadas e trabalhadas através do reconto ou das mais diversas formas de registro, tais como desenhos, recortes e colagens, dobraduras e etc., porém cabe ressaltar que esses registros apesar dos registros serem bastante estimulados e desejados em momento nenhum nos permitimos forçar a criança a fazer aquilo que não tenha vontade. A oficina de poesia acontece dois dias na semana (uma vez na semana em cada turma) e é trabalhada com todas as crianças da Creche. A idéia da oficina de poesia aconteceu por conta do interesse que as rimas geram nas crianças menores e a possibilidade de trabalhar com a Arca de Noé de Vinicius de Moraes. Somente no início nos prendemos ao livro da Arca de Noé, agora estamos sempre variando de autor. A recepção das crianças acontece no momento em que acontece a oficina e depois se espalham pela creche, pelos murais (registros), pelas conversas da hora da escovação e etc. e depois surpreendentemente volta em forma de comentário, pergunta ou mesmo recordação espontânea . A criança que talvez não consiga identificar claramente o que é poesia , a percebe e sente de forma impressionante. Este trabalho desenvolvido na Biblioteca Flor de Papel propõe um papel de relevância para a biblioteca, não mais como guardiã inerte do conhecimento, mas como elemento gerador da necessidade que a própria biblioteca propõe satisfazer, ou seja fomentar o sujeito leitor.

 
Voltar