Editorial

voltar índice

 

Não há como negar que investigações portentosas como essa são importantes para uma aproximação aos cenários e tendências da leitura nacional, ainda que...

                              SOBRE A SEGUNDA PESQUISA "RETRATOS DA LEITURA NO BRASIL"
Comissão Editorial 

Recentemente saíram resultados dos "Retratos da Leitura no Brasil", uma investigação promovida pelo Instituto Pró-Livro e Coordenada pelo Observatório do Livro e da Leitura, com execução do IBOPE. Não sabemos o custo do empreendimento; entretanto, em sendo uma uma pesquisa com abrangência nacional e mobilizando entidades e personalidades, deve ter levado uma boa quantidade de verbas públicas. e para quê? Para constatar o óbvio: que a leitura melhorou a conta-gotas desde a realização da primeira pesquisa nos idos de 2000-2001, que o consumo de livros (comprados) baixou de 1,8 para 1,2 livros habitante/ano e que a média de livros lidos saltou para 4,7.

Não há como negar que investigações portentosas como essa são importantes para uma aproximação aos cenários e tendências da leitura nacional, ainda que, por incompatibilidade entre os instrumentos aplicados nos dois momentos, a maior parte dos resultados não permita o crivo de análises comparativas. Outrossim, mais quantitativa do que qualitativa, a abordagem abre caminho para o questionamento de muitas conclusões dali tiradas pelos condutores da pesquisa. Seria interessante, por exemplo, verificar o quanto de verbas públicas foi investido na aquisição de livros para distribuição gratuita às escolas e o quanto caminhamos em termos da superação dos problemas atinentes ao fomento da leitura no país.

Não podemos, de maneira irresponsável e apressada, condenar a metodologia utilizada na elaboração dos Retratos e muito menos partir para a satanização do trabalho; pelo contrário, os resultados estão postos à mesa e merecem reflexões por parte dos investigadores de modo que as tendências sejam compreendidas pelos diferentes profissionais envolvidos com a problemática da leitura. Dar um tempo, adentrar as entranhas, desvelar e estabelecer relações, criticar o que deve ser criticado, etc no sentido que o múltiplos aspectos envolvidos nas práticas de leitura ganhem nitidez cada vez maior.

A ALB, através da sua RODA DE PESQUISADORES, pretende realizar um seminário a fim de discutir os resultados desse segundo "Retratos" e verificar até que ponto ele pode subsidiar a criação de políticas para o desenvolvimento da leitura em nosso país. Somente assim, nos parece, ficará mais bem estabelecida a razão para investimentos em pesquisas tão amplas bem como as fisionomias das áreas que devem ser priorizadas para a conquista de um povo leitor.

Link para o relatório da pesquisa >>> clique aqui

Copyright ©2008, by ALB/Campinas, SP, Brasil

 

Indique a um amigo:
Remetente:
Email Remetente:
Destinatário:
Email Destinatário: